Balonismo em Torres РUma tradi̤̣o familiar

A ideia do Portal TôLá.com.br foi colocar estas duas mulheres em um local que por 29 anos a família sonhou estar. Continue lendo, e veja o que elas descreveram, do último dia de evento, em meio colorido dos balões que encantam todas as faixas etárias e classes sociais e que passa de geração para geração.

TôLá.com.br leva você lá!

Balonismo em Torres РUma tradi̤̣o familiar

        No último dia de Balonismo, levamos a Torrense Debora Matos para um book fotográfico e para apresentar de perto o Festival para a mãe dela, a tia Benta.

        Debora Matos, 21 anos, nascida em Torres, acompanhou a história do Festival de Balonismo desde 1995. E Benta Regina de Matos, dona de casa, mãe de Debora, não perdeu a oportunidade não tendo faltado a nenhuma das edições ao longo de 29 anos. Hoje, mãe e filha não medem esforços para conseguir estar em Torres/RS nesta época do ano. Por conta desta história, o Portal TôLá.com.br acompanhou o dia dessas duas mulheres, que enxergam o Festival como uma tradição familiar.

Ambas são moradoras de Xangri-lá, mas são naturais de Torres. O Festival de Balonismo sempre foi visto como uma atração para a família toda. “Sempre trouxe minhas filhas para cá. Venho desde quando aqui era conhecido como o parque da banana. Elas passavam o dia nas atividades do Festival, se preparavam para ver os shows e adoravam brincar no parque de diversões. Hoje, durante os dias de Festival, adoramos curtir cada momento. Os balões entram na nossa vida manhã, tarde e noite”, conta a mãe de Debora, conhecida como tia Benta.

Nesta longa trajetória, entretanto, nenhuma delas pôde estar tão próximo dos balões. “É a primeira vez que vejo de perto e realmente é lindo. As melhores sensações ocorrem quando os diversos balões saem, começando a flutuar, passando por cima das nossas cabeças. A paisagem fica linda, é realmente um sonho estar neste local”, revela Debora, que é uma apaixonada pelo esporte. “Olha minha mãe se sentindo”, brinca Debora, feliz por Benta, de quem não tirava os olhos.

Afinal, a paixão pelo balonismo é uma tradição passada de mãe para a filha. Tanto que a tradição está marcada na pele da Debora. O balão na panturrilha comprova a paixão de uma jovem por um evento tão especial para ela, para Torres e para o Rio Grande do Sul.

Uma emoção do tamanho de um balão

        Não é novidade que, ao pisar pelo campo do parque, as duas se emocionem e achem incrível ver algo tão espetacular como a montagem dos balões. O trabalho e a movimentação das equipes são admiradas pelas duas. Ambas conhecem todos os passos.  “Aqui atrás tem um terreno onde eles estacionam os caminhões com o gás. Toda a preparação com a lona e as cordas são um espetáculo à parte. E até o calor da chama é divino”, salienta Debora, que descreve em detalhes toda a preparação da região. O evento lota, mas elas parecem não se importar e fazem a pé toda a locomoção pela cidade.

O crescimento do Festival é algo que não poderia faltar nos comentários, durante o passeio. “Cresceu muito o Festival e fico encantada com as diferentes atrações a cada ano. Os shows lotam. A programação é intensa na cidade, não te faz parar de pensar no Festival. Venho para cá, para ficar na casa dos meus parentes, e a gente se organiza para acompanhar tudo. ”

Caminhando entre os balões, as duas vibram com a subida de cada balão. Esta empolgação, foi vista durante as apresentações de sábado e domingo. No último dia, e dentro do parque, não poderia ser diferente. “Vibramos muito com a Galinha Pintadinha, o Cristo e a Cegonha. O coração de hoje ficou muito bacana”, conta Debora.

Debora foi convidada para fazer um book, entre os balões. O sorriso desta menina deixou as fotos lindas e a impressionou. Ela nunca fez um book, ainda mais tendo o céu colorido como moldura.  “Ficaram lindas as fotos. Adorei ter participado desta matéria. A organização do evento está perfeita, que continue assim”, agradece.

O Portal TôLá.com.br também deixa seu agradecimento ao apoio da Prefeitura de Torres, por abrir as portas para essas duas mulheres que terão muita história para contar, neste Dia das Mães!