Coringa foi campeão de reclamações no Reino Unido, revela associação

O British Board of Film Classification, entidade responsável por atribuir a classificação de faixa etária dos filmes no Reino Unido, revelou que Coringa foi o longa que mais recebeu reclamações do público em 2019. A razão para os protestos está no fato de que a organização classificou a produção estrelada por Joaquin Phoenix como própria para maiores de 15 anos apesar de suas cenas de violência:

“20 pessoas nos escreveram por conta de Coringa, contestando a classificação de 15 anos. Muitas declararam que deveríamos ter classificado o filme como impróprio para menores de 18 por conta da violência e do tom. Um pequeno número achou que o longa deveria ser banido. Há cenas de forte violência no filme que incluem esfaqueamento e tiroteio acompanhados de sangrentos detalhes nos machucados. Por outro lado, elas não mostram dor ou lesão de uma forma que exija uma classificação 18.”

Vale lembrar que nos Estados Unidos, Coringa recebeu classificação indicativa R (proibido para menores de 17 anos), e chegou aos cinemas brasileiros com classificação de 16 anos.

Coringa fez história como o filme baseado em HQs com maior número de indicações no Oscar. Além disso, arrecadando mais de US$ 1 bilhão na bilheteria mundial, o longa ultrapassou os filmes do Deadpool e se tornou o longa para maiores mais lucrativo da história.

TUDO SOBRE CORINGA