Dwayne Johnson questiona Donald Trump sobre tensão racial nos EUA: “cadê você?”

O ator Dwayne Johnson usou suas redes sociais para questionar o presidente Donald Trump sobre a crescente tensão racial nos Estados Unidos. Sem citar o político nominalmente, o ator questionou onde está o “líder” de seu país neste momento de crise marcado pelos diários protestos inspirados pelo assassinato de George Floyd, um homem negro, por um policial.

“Cadê você? (…) Onde está nosso lider nessa época em que nosso país está de joelhos, implorando, machucado, com raiva, frustrado e com dor, implorando e sangrando com os braços para cima apenas querendo ser ouvido? (…) Onde está o nosso líder caridoso, que vai dar um passo a frente, estender a mão e dizer ‘levante-se comigo, porque eu estou com você. Eu te escuto, estou com você e dou a minha palavra que farei tudo em meu poder até o dia em que morrer para fazer tudo o que puder para criar a mudança necessária para normalizar a igualdade porque Vidas Negras Importam’?”

The Rock se dirigiu também ao público, explicando que embora todas as vidas sejam importantes sempre, no momento atual é importante se posicionar e afirmar que vidas negras importam em nome dos valores norte-americanos:

“É claro que todas as vidas importam, cada uma, todas as vidas importam porque nós como americanos acreditamos em inclusão, aceitação, direitos humanos e igualdade para todos. É nisso o que cremos, então é claro que todas as vidas importam. Mas nesse momento atual, explosivo e essencial, de definição em que o país está de joelhos – os pisos deste país estão ficando desequilibrados -, nesse momento devemos dizer as palavras Vidas Negras Importam”.

Ao longo dos oito minutos, Dwayne Johnson também criticou o uso de força policial contra manifestantes pacíficos e enviou uma mensagem de encorajamento para aqueles que estão fazendo a mudança acontecer:

“O processo de mudança já começou. Você pode senti-lo. A mudança está acontecendo. Vai levar um tempo, podemos apanhar, coisas ruins podem acontecer, haverá sangue. Mas o processo de mudança já começou. Vocês continuem firmes, nós estamos juntos.”

Em 25 de maio de 2020, o ex-segurança negro George Floyd, já sob custódia, foi sufocado até a morte por um policial e o assassinato foi filmado por pessoas em volta. A brutalidade da ação gerou uma onda de protestos ao redor dos EUA e diversas empresas do ramo do entretenimento repudiaram o racismo demonstrado pela polícia.

TUDO SOBRE FILMES e SÉRIES