Matrix 4 | Tudo o que sabemos sobre o novo filme

A Warner confirmou a produção do quarto filme da franquia Matrix. Rumores sobre o projeto circulam desde 2017, mas só agora o estúdio oficializou a nova história sobre Neo e Trinity. Confira abaixo o que já sabemos sobre o longa e o que pode ser mostrado no filme:

ELENCO

Ao confirmar a produção, a Warner anunciou também que Keanu Reeves retorna ao papel de Neo e Carrie-Anne Moss assume novamente o papel de Trinity. Laurence Fishburne, que fez o papel de Morpheus, não foi citado no novo longa, assim como Hugo Weaving como o agente Smith e outros atores. No entanto, o estúdio pode fazer novos anúncios nas próximas semanas.

DIREÇÃO E ROTEIRO

Lana Wachowski retorna como roteirista e diretora da nova produção. Lana dividiu a direção dos primeiros filmes com a irmã, Lilly Wachowski, que não foi anunciada no novo projeto. Apesar disso, Lana cita Lilly ao falar sobre as ideias para o novo filme: â€œMuitas das ideias que Lilly e eu exploramos há 20 anos são ainda mais relevantes agora. Estou muito feliz em ter esses personagens de volta na minha vida e grata por uma nova chance de trabalhar com meus brilhantes amigos”.

DATA DE ESTREIA E PRODUÇÃO

Por enquanto a Warner não oficializou a data de estreia do longa, mas há algumas pistas. A Variety afirma que as filmagens devem ter início no começo de 2020, algo que pode indicar o lançamento em meados de 2021. Uma das apostas mais comuns dos estúdios é lançar grandes blockbusters no verão americano, entre abril e julho.

A trilogia clássica também pode dar alguns indícios dos planos do estúdio. O primeiro Matrixchegou aos cinemas em março de 1999 e faturou US$ 463 milhões no mundo (valores não corrigidos). Matrix Reloaded estreou em maio de 2003 e Matrix Revolutions chegou em novembro de 2003.

Vale citar que, apesar de o verão americano e o fim do ano serem períodos conhecidos de boas bilheterias, o intervalo entre fevereiro/março tem se tornado uma aposta cada vez maior em Hollywood, com produções bem-sucedidas como LoganDeadpool e Pantera Negra.

REBOOT?

Quando as primeiras notícias sobre um novo filme de Matrix foram lançadas em 2017, a grande aposta é que o filme seria um reboot. Na época, Michael B. Jordan foi cotado para ser o novo Escolhido e descobrir a verdade sobre a Matrix. No entanto, com o anúncio dos retornos de Neo e Trinity, fica claro que a Warner pode sim explorar uma nova história dentro da franquia, mas ela deve ser uma sequência.

QUAL SERÁ A HISTÓRIA?

Se Matrix 4 não será um reboot ou remake, qual será a história? Para quem não se lembra, Matrix Revolutions termina com Trinity morta no pouso da nave Logos. A personagem já tinha morrido em Matrix Reloaded, mas Neo conseguiu ressuscitá-la. Aqui, no entanto, ela afirma que chegou sua hora e deixa Neo sozinho para enfrentar a Cidade das Máquinas.

Já o próprio Neo negocia a paz entre humanos e máquinas, propondo ao Deus Ex-Machina a eliminação do Agente Smith, que está contaminando todos os habitantes da Matrix como um vírus. Após uma grande batalha, Neo aparentemente destrói Smith, o que interrompe o ataque das máquinas à Zion. O longa termina deixando implícita a própria morte de Neo. O personagem se sacrifica e tem seu corpo levado para a Cidade das Máquinas. Mas a cena final do longa dá algumas pistas, com frases como â€œaté quando você acha que essa paz vai durar?” e uma indicação de que Neo pode voltar â€œalgum dia”, dita pelo Oráculo. 

Com todas essas informações, o mais provável é que a paz entre humanos e máquinas acabou por algum motivo – como a chegada de um novo vírus – e Neo voltou, possivelmente para ser mentor de um novo Escolhido, assim como Morpheus foi um dia. Já a volta de Trinity é mais complicada de justificar, mas Neo pode se envolver para trazer a personagem de volta à vida e ter sua ajuda na nova batalha.

RETORNO DOS ARTISTAS CONCEITUAIS

O quadrinista Geof Darrow revelou através do Twitter que estará de volta para sequência ao lado de Steve Skroce, responsável por storyboards. Darrow é responsável foi contratado pelas Irmãs Wachowski para criar os visuais do primeiro filme, especialmente os avançados dispositivos tecnológicos do mundo fora da Matrix. Graças às artes criadas pelo artista, a Warner passou a entender sobre o que o filme se tratava e aprovou a produção do longa.

TUDO SOBRE MATRIX