Aberta exposição sobre a história do Surf em Torres no Chalé – Memorial

Com a presença de vários surfistas de Torres, foi aberta na tarde desta quarta-feira, 30 de outubro, a exposição “História do Surf de Torres AST/Montebello no Chalé-Memorial do Surf localizado na Praia dos Molhes, na Praça Zeca Scheffer. O espaço reuniu surfistas conhecidos da cidade, muitos deles, ex-dirigentes da Associação de Surfistas de Torres. Foi uma tarde de reencontro de amigos que se viam constantemente no mar. Quem quiser conhecer a história do surf em Torres, não pode deixar de visitar o local. A exposição segue até abril de 2020.

A exposição é uma iniciativa da AST em parceria com a Monte Bello Construtora e Incorporada, de acordo com o chamamento público nº270/2019. Na entrada do Chalé, em destaque, a réplica da primeira prancha usada em Torres no ano de 1955 por Oscar Martins de Lima. Também em destaque, a história de nomes lendários como de Zeca Scheffer e da família Dornelles. Fotos, troféus e muitos mais podem ser visitados de terça a domingo, das 8h às 12h e das 14h às 18h. A partir de 15 de dezembro o horário será ampliado.

Na cerimônia de abertura falaram o secretário de Turismo, Cultura e Esporte, Fernando Nery, o presidente da AST, Giuliano Homem, Irene Martins, esposa de Oscar Matins de Lima e o presidente da Câmara Municipal, Carlos Jacques. Todos destacaram a importância do evento para Torres, um dos melhores pontos para a prática do surf na costa gaúcha, recebendo diversos circuitos e campeonatos da modalidade. Fernando Nery agradeceu ao empenho da AST para concretização da exposição.

Ainda foi destacado por muitos, que a mostra ocorre na edificação que é outro símbolo do esporte. Construído em madeira, o Chalé abriga o Memorial do Surfe, doado pela família de Gerdau Johannpeter, grande incentivadora da prática em Torres, sendo que o Sr. Johannpeter foi um dos primeiros surfistas da década de 60 em nosso Litoral.

Entre os presentes, nomes como Carlos Joni Salles, primeiro presidente da Associação, criada há 35 anos, e surfistas como Breno Clezar Júnior, Cristian, Felipe Raupp, Formiga, Krieger, Macaco, Ricardo Dornelles (Fogo), entre outros. Também presentes, amigos e familiares dos desportistas, como por exemplo, os que estavam para homenagear Zeca Scheffer e Oscar Martisn de Lima.

TUDO SOBRE EXPOSIÇÃO HISTÓRIA DO SURF DE TORRES