Uma das coisas que chamou a atenção do público ao ver a batalha de Wakanda em Vingadores: Guerra Infinita foi a completa ausência de Hulk (Mark Ruffalo). Em uma das cenas do trailer, era possível ver o Gigante Esmeralda correndo ao lado de heróis como Capitão América (Chris Evans) e Viúva Negra (Scarlett Johansson), mas, no longa, isso nunca chegou a acontecer. Em um evento, os os diretores Joe e Anthony Russo explicaram que a aparição do Hulk nos trailers foi uma opção deliberada para impedir os fãs de descobrirem o final do filme. (via ComicBook)

Temos que ter cuidado com o personagem de Banner“, disse Joe Russo. “Porque se toda vez que ele está em apuros Hulk o salva, Hulk se torna o herói e ele se torna somente um chorão. Queríamos forçar Banner a ser o herói.”

No filme, a única vez que os elespectadores viram o Hulk em sua forma completa foi na abertura do filme quando ele tentou – e falhou – derrubar Thanos no espaço. Depois disso, o heróis se recusa a aparecer novamente, deixando Banner por conta própria.

É uma escolha interessante, levando em conta que antes de Hulk entrar em cena para lutar contra Thanos no começo do filme, Loki (Tom Hiddleston) se vangloria dizendo que “nós temos o Hulk”. A frase é um espelhamento de Os Vingadores, quando Tony Stark (Robert Downey Jr.) diz a mesma coisa para Loki antes de Hulk aparecer e usar sua força contra o deus da trapaça. No entanto, enquanto a referência de Tony a Hulk foi bem sucedida, a de Loki não foi.

Vingadores: Guerra Infinita já está em cartaz nos cinemas e Vingadores 4 está marcado para 2 de maio de 2019.

Leia mais sobre Vingadores: Guerra Infinita

Isso vai fechar em 0 segundos