Piratas do Caribe: A Vingança de Salazar é o mais recente filme ou série de TV a sofrer de ramsonware – o ataque de hackers com sequestro de conteúdo. Segundo o Hollywood Reporter e o Deadline, a Disney está trabalhando com o FBI para investigar o crime.

Os hackers estariam pedindo “uma soma de dinheiro enorme” para devolver os arquivos com o novo filme da série. Se o estúdio não pagar, os sequestradores teriam ameaçado soltar na web pedaços do longa. Um ataque similar aconteceu no fim de semana na Europa, atingindo de hospitais a órgãos de comunicação, e em Hollywood já vitimou a Netflix, que viu Orange is the New Black vazar depois de crime semelhante.

No longa, o Capitão Jack Sparrow precisará encontrar o Tridente de Poseidon, artefato que dá ao possuidor poder absoluto sobre os sete mares, mas para achar o objeto ele precisará fazer uma aliança com Carina Smyth (Kaya Scodelario), uma astrônoma, e com Henry (Brenton Thwaites), marujo da Marinha Real.

Piratas do Caribe: A Vingança de Salazar chegará aos cinemas brasileiros em 25 de maio.

Isso vai fechar em 0 segundos